Dica de Livro #4 – Frida Kahlo, de Rauda Jamis

Frida Kahlo, o livro, conta a história da pintora mexicana que foi uma das grandes artistas do século passado. Dona de uma história de vida incrível, mulher, portadora de deficiências físicas, artista, bissexual, apaixonada por Diego Rivera, Frida Kahlo nos surpreende ao revelar uma mulher extremamente incomum para a época, com uma força e perseverança descomunais e, acima de tudo, humana! Frida usava sua arte como forma de expurgar alguns de seus demônios, e olha que eles não eram poucos!

É um livro que requer tempo e vontade de repensar algumas questões de vida. Li duas vezes e acredito que tenha feito um bem enorme à minha sanidade.

Sinopse: Baseada nas melhores fontes de documentação, escrita com entusiasmo e sensibilidade, esta biografia romanceada traça o retrato de uma mulher extraordinária, dilacerada por terríveis sofrimentos físicos e uma imensa força de criação. Apresenta além disso o quadro de uma época, do México revolucionário aos riquíssimos salões novaiorquinos, passando pelas galerias surrealistas de Pari dos anos 30. Conhecer a vida de Frida Kahlo significa conhecer também a vida de Diego Rivera, seu marido, além de facetas importantes de homens como Trotski, Picasso, Breton, Duchamp, Kandinsky e outros.

“Meu corpo é um marasmo. E eu não posso mais escapar dele. Como o animal que sente sua morte, sinto a minha tomar lugar na minha vida e com tanta força, que me tira qualquer possibilidade de combater. Não me acreditam, tanto me viram lutar. Não ouso mais acreditar que eu poderia estar enganada, esse tipo de relâmpago está se tornando raro … As noites são longas. Cada minuto me amedronta e eu sinto dores por toda parte, por toda parte. Os outros se preocupam e eu gostaria de poupá-los disso. Mas o que é que alguém pode evitar para os outros quando a si mesmo em nada conseguiu poupar da própria sina? A aurora está sempre distante demais. Já não sei se a desejo ou se o que eu quero mesmo é penetrar mais fundo dentro da noite. Sim, talvez seja melhor acabar com tudo.”

PS. Quem se interessar pela história, pode assistir também ao filme! É excelente e traz caracterizações, atuações, cenários e uma fotografia admiráveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s