Unifesp

As Múmias do Egito Antigo

Há algo mais curioso e encantador do que o Egito e suas múmias quando o assunto é história? Hoje eu trago aqui um documentário que fez parte da Semana da Múmia do canal Discovery Channel, mostrando o processo de estudo pelo qual as múmias passavam e revelando dados muito curiosos sobre a cultura egípcia.

No Egito Antigo, acreditava-se na existência de vida após a morte e também que os corpos seriam úteis, por isso o ritual de mumificação, que servia para a preservação dos corpos.

As demais partes do documentário podem ser vistas com continuação no Youtube! That’s all, folks!

Anúncios

Qual o preço da cultura?

Ontem eu decidi participar do Cursinho Popular da Unifesp ministrando algumas aulas de História e Geografia e tudo isso me fez refletir muito sobre o preço que pagamos pela cultura e educação, que em tese, deveriam ser direito de todos, mas não são. Paga-se muito caro para ter acesso a esses bens, que acabam ficando concentrados nas mãos daqueles que tem maior poder aquisitivo. Por exemplo, quantas vezes você consegue ir ao teatro ou cinema em um mês? Qual a variedade de livros que você pode encontrar na biblioteca do seu bairro? Aliás, seu bairro tem uma biblioteca pública? E se tem, há livros novos e bem conservados, ou você só consegue ler um best-seller depois de semanas ou meses na lista de espera para reservar o livro? Se você quer prestar vestibular, qual a preparação que sua escola te dá ou deu? Será que é suficiente ou mesmo após tantos anos se dedicando à escola, você ainda terá que reservar mais alguns no cursinho pré-vestibular? Você tem condições de arcar com as despesas de um cursinho pago? O quanto tudo isso te desmotiva a conseguir realizar seus sonhos?

Então pensando nisso tudo, decidi participar dessa iniciativa brilhante, tomada por alunos e professores da Unifesp, e estou aceitando essa oportunidade como um grande desafio, e uma forma de retribuir a sociedade a possibilidade de estudar numa Universidade Federal. Como cidadãos, devemos ser e fazer as mudanças que queremos ver em nossa sociedade e estou fazendo isso por realmente acreditar na importância que têm a cultura e a educação para a vida das pessoas, sem receber nada por isso além de gratificação pessoal. Finalmente saindo do discurso e indo para a prática. E vou dedicar meu blog também um pouco a isso, reservando esse espaço para falar de cultura e abranger o máximo de conteúdo de apoio para as minhas tão esperadas aulas.

No mais, digo ainda que ter cultura e educação, nunca são indispensáveis. Não só para conhecer pessoas e lugares interessantes, estudar e ganhar mais dinheiro. Não acredito que esse seja o foco, e se assim é que tudo isso tem sido encarado, é por estarmos banalizando e reduzindo esses ‘bens’ à mercadorias e a sinônimos de ascensão pessoal apenas. Imagino que cultura e conhecimento sejam espécies de amuletos, que carregamos sempre conosco para nos ajudarem a enfrentar o que vem pela frente, para nos dar base para pensar, solucionar os problemas e secundariamente, nos dar o retorno financeiro por nosso investimento.

Espero conseguir passar um pouco dessa minha ideia da necessidade de se valorizar o conhecimento e os professores, e contribuir para que a profissão seja mais atrativa e menos desmotivadora para quem pensa em ganhar a vida nas salas de aula. Fácil não é! Estou empolgada, as turmas começam na segunda-feira, e temos mais de 600 alunos matriculados, por isso estou correndo para preparar o máximo de aulas que eu puder. E que ansiedade!

 

“Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” Cora Coralina